SmartLinks

Smart Blog

SEO Ético – o que é e porque é importante!

piratas do seo

O SEO ético (que também conhecido como SEO white hat) é a prática de otimizar um site de uma maneira que seja compatível com as orientações e diretrizes definidas pelos próprios motores de pesquisa.

 

Usamos como exemplo as diretrizes do Google, porque para todos os efeitos o Google é de longe (+90%) o mais utilizado motor de pesquisa do mundo.

 

De forma simples, existe um divisão ideológica entre quem trabalha em SEO:

  • Os white hat SEOs, ou SEOs Éticos, acreditam que a melhor forma de obter resultados a médio / longo prazo.
  • Os black hat SEOs  (um pouco como os piratas) acreditam que é possível contornar as regras dos motores de pesquisa (inclusive aquelas que implicam penalizações graves, como banir totalmente um site dos resultados de pesquisa) e obter resultados logo no curto prazo.

 

É claro que muitos black hat SEOs acham mesmo que é possível contornar e ultrapassar regras do Google para melhorar posicionamento dos sites dos seus clientes e muitos até o conseguem. Até um dia….

 

Websites famosos que foram alvo de uma penalização do Google devido a black hat SEO:

 

  • The Washington Post – em 2007, o The Washington Post foi apanhado em flagrante delito a vender links no seu blog, sem aderir às práticas do Google relativamente a links pagos (colocar link como rel=nofollow). O PageRank do jornal caiu de PR7 para PR5 e apenas foi restaurado após alguns meses.
  • BBC – em 2013, a BBC foi penalizada por links não naturais numa única página, apesar de os detalhes não terem sido confirmados. O facto é que essa página sofreu uma penalização e baixou bastante nos rankings do Google.
  • BMW – em 2006, a BMW foi apanhada a manipular os resultados de pesquisa para o termo “carros usados”, redirecionando depois os utilizadores para a página normal da empresa. Resultado? O site foi completamente removido dos resultados de pesquisa durante três dias.
  • Google Chrome – esta é hilariante mas 100% verdadeira. Em 2012, a equipa do Google Chrome foi apanhada a comprar backlinks para promover o seu próprio browser. A equipa de qualidade da Google não teve outra solução senão baixar os rankings do seu próprio produto…

 

O Google tem políticas rígidas para combater o spam e garantir que os resultados de pesquisa apresentados aos utilizadores sejam de elevada qualidade.

 

Essas políticas foram criadas para evitar que sites e conteúdo com spam obtenham rankings elevados nos resultados de pesquisa e assim servindo para proteger os utilizadores contra golpes e outras práticas enganosas que ao longo dos anos foram acontecendo.

 

Aqui estão algumas das práticas que são “proibidas” de acordo com as regras de qualidade de pesquisa do Google:

 

Spam e práticas enganosas: o Google implementou uma série de medidas para detectar (algoritmos que fazem auditorias de qualidade) e assim penalizar sites que se envolvem nessas atividades. Isso inclui algoritmos projetados para identificar e baixas sites / páginas com spam e até ações manuais realizadas por avaliadores humanos das equipas de search quality.

 

Esquemas de links: os algoritmos do Google valorizam muito os backlinks (links que apontam de um site para outro site) como um sinal da qualidade e da relevância de um site. No entanto, também existem políticas para impedir que os sites manipulem as suas classificações por meio de esquemas de links, como comprar ou vender links, ou participar de esquemas de links que violem as diretrizes do Google.

 

Links não naturais: os algoritmos do Google são projetados para identificar e penalizar sites que possuem links não naturais ou artificiais apontando para eles. Isso inclui links criados exclusivamente com o objetivo de manipular as classificações de pesquisa ou que não estão relacionados com o conteúdo do site. Exemplos disso são PBNs (private blogging networks) e Link Farms.

 

Spam gerado pelo utilizador (UGS user generated spam): o Google também toma medidas contra o spam gerado pelo usuário, como comentários com spam ou posts em fóruns, assim como sites que permitem a proliferação de spam gerado pelo utilizador.

 

No geral, o Google possui políticas robustas para combater o spam e proteger a qualidade de seus resultados de pesquisa. Os sites que violam essas políticas correm o risco de serem rebaixados ou removidos dos resultados de pesquisa, por isso é importante que os webmasters sigam essas diretrizes para garantir que seus sites tenham uma boa classificação na pesquisa do Google.

 

É importante mencionar que é sempre possível recuperar de uma penalização do Google, mesmo de uma penalização manual por um editor de qualidade. Ainda assim, o esforço para o fazer varia e podem passar dias, semanas, meses ou até anos até que essa penalização seja completamente removida.

 

Recentemente o John Mueller da equipa de qualidade de pesquisa da Google referiu-se às tentativas e abordagens “mágicas” de especialistas SEO de construir backlinks com base em esquemas e de forma genérica, má qualidade dos links. A resposta é clara:

 

“se construir a fundação do seu site em cima de links maus por um longo período de tempo, isso terá um efeito longo mesmo que de repente decida melhorar algumas coisas”

 

john mu bad links foundation

 

Por agora já devem existir poucas dúvidas sobre os efeitos de fazer mau SEO.

 

Voltando ao SEO Ético:

 

Agora que identificamos as partes e percebemos o que pode acontecer a quem se “porta mal”, vamos falar sobre algumas das coisas que estão incluídas no trabalho de um técnico de SEO ético:

  • Fazer estudos de palavras-chave, potenciais de conversão e esforço requerido para posicionar nessas pesquisas;
  • Fazer estudo e desenvolvimento de conteúdo relevante e de alta qualidade no site ou aplicativo;
  • Utilizar títulos, cabeçalhos e descrições ricos em palavras-chave descritivas (cuidado com o exagero), para melhorar a visibilidade do site;
  • Garantir que o site tem uma estrutura de navegação clara e intuitiva;
  • Utilizar técnicas como textos alternativos (alt text) para descrever imagens e tornar o site mais acessível para pessoas com deficiência (e até para os próprios motores de pesquisa que não conseguem ler imagens);
  • Tratar de questões técnicas tão abrangentes como redirecionamentos de http para https, canônicos ou hreflang’s;
  • Muito muito mais…

 

O SEO ético ajuda a garantir que um site (na realidade o Google olha para páginas e não sites) seja visível para os mecanismos de pesquisa de uma maneira justa e legítima.

Em contraste, o SEO “black hat” envolve o uso de técnicas antiéticas ou manipuladoras para tentar melhorar a classificação de um site, o que pode resultar na penalização ou no banimento do site nos mecanismos de pesquisa.

 

Razões pelas quais deve preferir SEO ético em vez de SEO black hat:

 

O SEO ético é mais sustentável a longo prazo:

As técnicas de black hat SEO podem ajudar um site a ter uma classificação mais alta a curto prazo, mas são frequentemente detectadas pelos mecanismos de pesquisa e podem resultar na penalização ou no banimento do site. Em contraste, as técnicas éticas de SEO têm maior probabilidade de produzir resultados duradouros que não correm o risco de penalizações.

 

O SEO ético é melhor para a experiência do utilizador:

As técnicas de black hat SEO muitas vezes resultam numa experiência má para o utilizador, com sites mais difíceis de navegar ou cheios de conteúdo de baixa qualidade ou spam. O SEO ético, por outro lado, concentra-se NO utilizador.

 

O SEO ético é melhor para a reputação do seu site:

O uso de técnicas de black hat SEO pode prejudicar a reputação do seu site, pois ele pode ser visto como estando a empregar táticas antiéticas ou manipuladoras, com efeitos até na própria reputação da empresa…

Em contraste, o SEO ético ajuda a construir confiança e credibilidade tanto com os motores de pesquisa, como mais importante ainda, como os seres humanos!

 

Ainda existe alguma dúvida sobre o tipo de SEO pelo qual deve optar?

 

Fontes:

https://www.searchenginejournal.com/

https://developers.google.com/search/docs/essentials/spam-policies

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top